Quem Somos

Nossa
História

O Cine Vila Rica foi inaugurado em janeiro de 1968 pela família Veronese.

A requintada decoração era de “encher os olhos”, desde a icônica escadaria com corrimões de madeira, tapeçaria vermelha que recobria os degraus que davam acesso à sala de espera para o auditório com capacidade para 1100 espectadores, decorado com luminárias em formato de folhas douradas.

O Cine Vila Rica passou a integrar a rotina dos amantes da sétima arte em Londrina e rapidamente tornou-se ponto de encontro na área central. As superproduções exibidas no “Vila” atraíam espectadores de todas as idades. As longas filas que, muitas vezes contornavam o quarteirão eram comuns, assistir aos filmes sentados nos corredores também fazia parte da rotina, e era parte da diversão.

A localização privilegiada, os enormes painéis pintados à mão, colocados em molduras luminosas instaladas nas marquises, eram um convite aos pedestres para entrarem na galeria e assistirem aos filmes exibidos no Vila.

A necessidade comercial de oferecer uma programação mais diversificada aos seus frequentadores levou o Cine Vila Rica a passar por uma intensa reforma em 1983. A sala de exibição, originalmente com 1100 lugares, foi dividida. O auditório maior passou a contar com 540 lugares e manteve o nome e decoração originais, Cine Vila Rica. Já o auditório menor, com 310 lugares, foi batizado de Cine Londrina. A reinauguração dos cinemas ocorreu em julho de 1983, com a estreia do filme “O Cangaceiro Trapalhão”.

Titanic foi o último grande sucesso exibido nos Cines Vila Rica e Londrina, marcando uma das últimas vezes em que o público se aglomerou para assistir a um filme nos corredores dos cinemas com as filas dobrando as esquinas.

No início dos anos 2000, os Cines Vila Rica e Londrina raramente exibiam grandes lançamentos, sua programação passou a apresentar filmes que já haviam sido exibidos por semanas nas salas de cinema instaladas no maior shopping da cidade. Em 31 de janeiro de 2001, carregados de nostalgia, mas esquecidos pelo grande público, os Cines Vila Rica e Londrina encerram suas atividades.

O prédio dos antigos cinemas ficou fechado por um período, até que em 2002, foi instalado um cursinho pré-vestibular, que funcionou até 2005. Desde a desativação do cursinho, o prédio permaneceu fechado, recebendo, esporadicamente, poucos eventos.

Em meados de 2017, começam as pesquisas acerca do que poderia ser executado no prédio, sem abandonar o tradicional Cine Vila Rica. Nesse momento, se iniciam os projetos que resultaram na revitalização completa do imóvel, agora “Espaço Villa Rica”.

Na configuração atual, o auditório principal se mantém, agora aliado à estrutura de um teatro. A “Sala Villa Rica” oferece estrutura para a exibição de filmes, palestras, cursos, formaturas, espetáculos teatrais, nos formatos presencial, remoto ou híbrido.

O Cine Londrina foi totalmente remodelado, agora com três pavimentos. Instalada no primeiro pavimento a “Sala Londrina”, espaço multiuso, que dispõe de estrutura para gravação/transmissão de lives, confraternizações, espetáculos menores, entre outras possibilidades. No segundo e terceiro pavimentos o “Villa Rica Coworking”, ambiente moderno, com estúdios, salas de reunião, salas para cursos e palestras, estações de trabalho coletivo e individuais, etc.

No espaço ocupado pela antiga bomboniere, temos um café-bistrô-bomboniere, o “Terra Vermelha Café”. O tradicional cantinho da pipoca, agora é uma homenagem à Londrina em forma de espaço gastronômico.

O Espaço Villa Rica se firma como ponto de encontro de novas e antigas gerações de Londrina. Um moderno centro cultural e profissional que promove conexão entre pessoas, sempre valorizando as memórias do saudoso Cine Vila Rica.

Missão

Ser a referência de lugar que conecta cultura, entretenimento e educação, proporcionando experiência e vivência para desenvolver pessoas e negócios.

Visão

Ser, até 2025, o lugar preferido dos londrinenses em cultura e conhecimento.

Valores

Transparência, Clareza, Simplicidade, Humildade, Integridade, Respeito e Sensibilidade.